WhatsApp Image 2020-12-07 at 15.31.28.jp

Assédio. Sendo um das maiores indústrias do mundo, o universo dos jogos digitais cresce a passos largos. Ele representa uma válvula de escape da realidade para lugares jamais imaginados. O videogame, socialmente falando, é um objeto “destinado a meninos”, raramente é visto como algo para meninas. Quando as mulheres ingressam neste mundo precisam enfrentar dois grandes vilões: o preconceito e o assédio.

 
WhatsApp Image 2020-12-07 at 15.27.35.jp

Estética. O conceito dos filtros começou divertido, com versões de cachorro, gato e óculos diferentes. Nesse meio tempo, as modificações do Instagram acabaram não só mudando a plataforma, mas influenciando todo um contexto social

 
WhatsApp Image 2020-12-07 at 16.00.54.jp

Futebol feminimo. Diante de tamanhos desafios na busca da liberação para a prática legal do futebol feminino, os homens exerceram um “domínio” e tornaram-se os “donos” do futebol no Brasil. Uma problemática iniciada no século XIX, que perdura até os dias de hoje. 

WhatsApp Image 2020-12-07 at 15.45.20.jp

Fiscalização no combate à Covid-19

Coronavírus. Em meio a pandemia da Covid-19, fortalezenses deixam de cumprir regras sanitárias. Diante da subida de novos casos, órgãos sanitários falham na fiscalização. Ao datar da descoberta dos primeiros casos de Covid-19, em novembro do ano passado, o mundo vem sofrendo mudanças de proporções históricas. 

jornalismo-reporter-2.jpg

Ceará no Rastro da violência contra jornalistas

Jornalismo. O Ceará é o 1° do nordeste em relação à violência contra jornalistas. O estado lidera desde 2007 o ranking de região mais violenta a profissionais do jornalismo. O nordeste liderava em 2009 com o sudeste, já em 2010 a região liderou isoladamente e isso se repetiu em 2011, porém no ano de 2012 a região nordestina voltou a compartilhar a liderança, com o sudeste, de região brasileira mais violenta a jornalistas do Brasil.

 
WhatsApp Image 2020-12-07 at 18.25.41.jp

Violência. A violência contra a mulher é algo muito sério no Brasil, são cerca de 120 mil casos de lesão corporal decorrentes de violência doméstica em 2020, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP). Esse dado pode chegar a atingir crianças, adolescentes, mulheres e idosos, muitas das vezes os agressores são os próprios familiares.

mcmgo_abr_070820180690.jpg

Aumento de casos de ansiedade e depressão na pandemia

Saúde mental. Casos de infecção e morte por coronavírus começaram a ocorrer no início de março em Fortaleza. Fecharam os comércios, bares, restaurante, igrejas e comunidades católicas, cinemas, academias e estádios. Ficamos meses sem sair de casa. Essa situação de isolamento social começou a afetar as pessoas. 

Contato

UNIFOR Universidade de Fortaleza

Curso de Jornalismo
Tel: 85-3477.3372/ 3477.3192
 

 

© 2018 por Midia Interativa NIC (Raquel Sant'Ana). Criado com Wix.com

Artboard 1.png
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now